Promo Dezembro 2019 - Emergência
Rava Campos Banner 1 - Abril 2019
Banner 01 - SKYFIRE 18/10/2019 - 18/04/2020
 
 
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Ocorrências
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
E Superguianet - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Documentário conta histórias do trabalho realizado em Brumadinho

Douglas Magno
Data: 01/11/2019 / Fonte: G1

Depois de participar da cobertura da tragédia de Brumadinho, Mariana Queiroz voltou à cidade para mostrar o dia a dia de cinco bombeiros que trabalharam na maior operação de resgate da história do país. O rompimento da barragem de Córrego do Feijão, dia 25 de janeiro, matou 252 pessoas. Dezoito ainda estão desaparecidas. A maioria das vítimas trabalhava no local que pertence à empresa Vale.

Mariana, que também trabalhou no rompimento da barragem em Mariana, em 2015, falou sobre a vontade de contar de maneira mais aprofundada as histórias de alguns desses bombeiros: "Quando estava cobrindo a tragédia em Brumadinho, tinha três sentimentos: uma tristeza profunda por ver as famílias sofrendo e uma grande revolta por saber que aquilo tudo poderia ter sido evitado. Mas eu também tinha um sentimento positivo, um certo alívio ao ver de perto o trabalho dos bombeiros. Ali mesmo, já me perguntava: quem são esses bombeiros? O que passa na cabeça deles enquanto trabalham achando restos mortais? Quais histórias estão dentro das fardas?".

Mariana disse que, antes de fazer o documentário, estava apreensiva: "Sabia que tinha um desafio: mostrar o lado humano desses personagens. Mas como conseguiria isso? Eles são tão bem treinados, precisam ser frios para trabalhar nessas situações. Depois de alguns dias de convívio, conhecendo os parentes, os amigos... acho que consegui o que tanto queria. Não só ouvimos as histórias de cinco bombeiros que trabalharam em Brumadinho, mas acima de tudo ouvimos pais, filhos, esposas que encararam a tragédia como se as vítimas fossem da própria família".

Entre os personagens do filme está o Tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Ele ficou conhecido em todo o país pela atuação durante o desastre. O Aihara contou que passou 20 dias seguidos trabalhando em Brumadinho. Logo no início, percebeu que seria não só o porta-voz da tragédia à imprensa, mas falaria também com os familiares das vítimas. "Eu sempre pensava no familiar de uma vítima que poderia estar me assistindo e, por isso, tinha que fazer uma comunicação respeitosa e empática para não parecer que aquilo era só um número para a gente. E minha outra preocupação era fazer justiça com o trabalho dos meus colegas."

O documentário "Heróis da Lama" vai ao ar no dia 9 de novembro, às 16h30, na GloboNews.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Emergência. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Outras Publicações Revista Emergência Nossos Eventos Eventos Emergência SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Entidades Estatísticas Download Fale Conosco
Loft Digital