Rava Campos Banner 1 - Abril 2019
 
 
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Ocorrências
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
E Superguianet - Banner 5


Você está em: Noticias / Ocorrências
Ocorrências
Tragédia em Brumadinho/MG completa três meses

Arquivo/CBMMG
Data: 25/04/2019 / Fonte: G1

Brumadinho/MG - O rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, completa três meses nesta quinta-feira (25). Até o momento, 233 mortos foram identificados pelo Instituto Médico Legal (IML) da Polícia Civil de Minas Gerais. Outras 37 famílias continuam esperando que seus entes sejam encontrados pelo Corpo de Bombeiros.

No dia 25 de janeiro deste ano, a barragem da Mina Córrego do Feijão se rompeu, devastando a região e contaminando o Rio Paraopeba, um dos afluentes do Rio São Francisco. Os rejeitos destruíram a área administrativa da mineradora, incluindo o refeitório, onde muitos trabalhadores almoçavam na hora do rompimento.

A usina ITM de beneficiamento também foi atingida, assim como vagões de trens e veículos que estavam na empresa. Após varrer a mineradora, a lama atingiu comunidades de Brumadinho destruindo casas e propriedades rurais.

A Vale se comprometeu a pagar integralmente as verbas rescisórias às famílias dos trabalhadores mortos. Para os parentes dos desaparecidos, foi prometida a quitação dos salários. No entanto, famílias dizem que a mineradora ainda não pagou todos os benefícios. Nesta quarta-feira (24), uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho rediscutiu o pagamento de pensões. A Vale disse que vai comprovar que depósitos já foram feitos.

91º dia de buscas
O Corpo de Bombeiros entrou, nesta quinta-feira (25), no 91° dia de buscas por desaparecidos do rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a corporação, 136 militares, 4 cães e 101 máquinas pesadas estão em 24 frentes de trabalho.

Nesta quarta-feira (24), subiu para 233 o número de mortos identificados e 37 pessoas ainda são procuradas pelos bombeiros.

Os bombeiros informaram ainda que é feita a retirada de rejeitos com caminhões e inicia a construção de uma estrada para dar acesso a outro local onde também há lama a ser removida.

Ainda nesta quinta-feira, os militares vão trabalhar até as 23h em três pontos.

Os militares disseram também que nesta quinta seis cães - dois de São Paulo, dois de Goiás e dois de Mato Grosso - retornam para os estados de origem.

A tragédia
No dia 25 de janeiro deste ano, a barragem da Mina Córrego do Feijão se rompeu, matando centenas de pessoas e contaminando o Rio Paraopeba, um dos afluentes do Rio São Francisco. Os rejeitos devastaram a área administrativa da mineradora, incluindo o refeitório, onde muitos trabalhadores almoçavam na hora do rompimento.

Números da tragédia
- 233 mortos identificados
- 37 desaparecidos
- 395 localizados
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Mais de Ocorrências
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Emergência. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Outras Publicações Revista Emergência Nossos Eventos Eventos Emergência SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Entidades Estatísticas Download Fale Conosco
Loft Digital