Rava Campos Banner 1 - Abril 2019
Banner 1 - Promoção Assinatura 2 Anos
Expo 2019 - Banner 01
 
 
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Ocorrências
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
E Superguianet - Banner 5
E Fotos Redes Sociais Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
MPT defende jornada semanal de 30 horas a profissionais de enfermagem
Data: 16/04/2019 / Fonte: Procuradoria Geral do Trabalho

Brasília/DF - O Ministério Público do Trabalho (MPT) defendeu nesta terça-feira (16) na Câmara dos Deputados em Brasília a jornada de 30 horas semanais para enfermeiros e técnicos de enfermagem durante audiência pública. O debate retomou discussões sobre o Projeto de Lei 2295/00, que determina a redução da carga horária dos profissionais, e ocorreu na Comissão de Legislação Participativa da Casa.

Segundo a vice-coordenadora nacional de Combate às Irregularidades Trabalhistas na Administração Pública (Conap), procuradora Ana Cristina D. B. F. Tostes Ribeiro, a atual jornada de 12 por 36 afeta diretamente a saúde dos trabalhadores. A representante do MPT afirmou que inspeções em hospitais mostram que os profissionais da enfermagem estão com doenças físicas, como lesão por esforço repetitivo (LER), e doenças mentais, como depressão e estresse. Para ela, se a saúde dos enfermeiros não for cuidada, o paciente também estará em risco, já que o profissional submetido a jornadas mais longas erra mais.

A procuradora também defendeu o aumento de salário para que a categoria, ao ter a jornada reduzida, não precise buscar para complementar a renda. "Não adianta ter jornada de seis horas se o profissional for ter três e quatro empregos. O importante é que o profissional descanse", disse.

Segundo o deputado federal Frei Anastácio Ribeiro (PT-PB), um dos autores do pedido de audiência, mais de 100 municípios e 10 estados já instituíram a redução da carga horária de 40 para 30 horas. Ele acrescentou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a jornada de 30 horas para profissionais na saúde, já que longas jornadas levam ao adoecimento dos profissionais.

Presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros, Solange Caetano ressaltou que o projeto já está há 10 anos pronto para entrar na pauta do Plenário da Câmara. O texto tramita em regime de urgência.

"Há 10 anos esperamos que o Parlamento brasileiro olhe para os profissionais de enfermagem", afirmou Solange. "Nós, trabalhadores da enfermagem, estamos adoecidos, submetidos a longas jornadas, a baixos salários e a alto nível de estresse", completou. Segundo ela, só neste ano já houve mais de 20 casos de suicídio de profissionais da área.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
Expo 2019 - Banner 06
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Emergência. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Outras Publicações Revista Emergência Nossos Eventos Eventos Emergência SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Entidades Estatísticas Download Fale Conosco
Loft Digital