Homens de coragem (Only the brave)

Prometi, no texto anterior, discorrer sobre “ataque indireto”. Estou postergando para o próximo.

Não, não me transformei em comentarista de cinema! Acontece que o filme com o título deste texto trata de bombeiros especializados em incêndios florestais, conhecidos nos Estados Unidos da América como hotshots.

Com formação e atuação muito diferente daquela dos bombeiros urbanos, que atuam geralmente em incêndios em edificações, esses profissionais, dessa perigosa profissão, trabalham na maioria das vezes colocando fogo para produzir aceiros, usando motosserras e ferramentas de corte, além de “pingadores” de fogo.

Necessitam de grande capacidade física e resistência para efetuar trabalhos árduos sob intenso calor.

Disponível na plataforma Netflix, o enredo, baseado em fatos reais, mostra a intensidade do preparo desses profissionais, e sua árdua tarefa que muitas vezes os fazem permanecer muito tempo distante de suas famílias em sua luta para preservar a flora, fauna, moradias, ou simplesmente um bem único, ligado aos valores de uma comunidade em particular.

Descortina a dimensão do trabalho em equipe e do companheirismo que impregna a alma de homens que lutam lado a lado, pressionados para vencer um inimigo muitas vezes imprevisível, pois dependente da temperatura, da umidade relativa do ar e especialmente da inconstante velocidade e direção dos ventos.

O filme fala de incêndios, dos mais impactantes, tem enredo que prende a atenção e, melhor, nos traz ensinamentos.


O blog Falando de SCI (Segurança Contra Incêndios) trata dos incêndios e seus impactos na sociedade e de fundamentos e aspectos da regulamentação de segurança contra incêndio em geral. Seu autor é Walter Negrisolo, oficial da RR (reserva remunerada) do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de São Paulo; Mestre em Arquitetura e Urbanismo e Doutor em SCI.
[email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui