Data: 19/02/2010 / Fonte: Gazeta Online

Espírito Santo – A atividade de combater incêndios florestais é complexa, seja por sua extensão ou por sua localização
No período de 1º de janeiro até o dia 19 de fevereiro de 2009, o Corpo de Bombeiros registrou 84 ocorrências de incêndios florestais. Nesse mesmo período no ano de 2010, foram registradas 441 ocorrências de incêndios florestais.

A atividade de combater incêndios florestais é complexa, seja por sua extensão ou por sua localização (encostas, morros, várzeas, precipícios e outros lugares de difícil acesso). Além de prejudicar a fauna e a flora, o incêndio florestal traz grandes malefícios à população atingida, podendo se propagar para indústrias, estabelecimentos comerciais e centros urbanos.

Cuidados para evitar incêndios florestais

O Corpo de Bombeiros alerta a população e recomenda que todos tenham especial atenção com o trato do lixo, não queimando resíduos em terrenos baldios, pois podem propagar as chamas para outros locais. Não se deve descartar resíduos em lugares de vegetação, principalmente objetos de uma alta inflamabilidade.

A realização de queimadas em vegetação para limpeza de terrenos é proibida em tempos de estiagem e só podem ser feitas com autorização do órgão ambiental responsável e, mesmo assim, devem ser acompanhadas de cuidados, como feitura de aceiro (espaçamento sem cobertura vegetal ou desbastado em volta das matas) para evitar a propagação das chamas. Já para quem pratica o ecoturismo, os bombeiros alertam para o risco de fogueiras e lixo espalhado pelas matas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui