Data: 19/03/2010 / Fonte: CBMMT

Foto: CBMMT

Mato Grosso – O Programa de Prevenção e Gerenciamento do Estresse para Profissionais de Segurança Pública está sendo aplicado durante esta semana à bombeiros destacados no Comando Geral da instituição. Sob o tema Unidos Contra o Estresse, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública, por meio da Gerência de Desenvolvimento e Qualidade de Vida, em parceria com o Instituto Psicológico de Controle do Estresse (IPCS), desenvolve o trabalho com os servidores de diversas áreas da segurança pública.

O trabalho executado pela equipe de massoterapeutas iniciou nesta segunda-feira,15, e se estende até a próxima semana, inclui a aplicação da técnica `Quick Massage` que é indicada para quem procura um atendimento rápido, principalmente para pessoas que possuem pouco tempo e que sofrem com as conseqüências da agitação diária. A técnica é realizada em uma cadeira especialmente projetada na qual o paciente fica numa posição confortável e relaxante, o que permite que o massagista possa trabalhar de maneira fácil as regiões do pescoço, ombros, braços, mãos e costas. O paciente sentirá alivio imediato de dores, cansaço físico e mental, stress, desconforto muscular, dor de cabeça, além da melhoria na circulação sanguínea.

Outra forma, utilizada pela equipe no controle do estresse emprega a esteira de massagem, que consiste no relaxamento de todo o corpo de uma só vez, serve para aliviar as tensões da coluna cervical, dorsal, lombar e pernas.

A técnica do relaxamento também é utilizada como um recondicionamento psico-fisiológico onde abrange várias técnicas. Serve para conseguir descontração, tranquilização e recreação nas pessoas. O relaxamento é uma técnica física que auxilia nos estados de estresse, tensão muscular, ou ainda como meio revigorante que atua beneficamente sobre a saúde física, mental e emocional. Além disso, fornece outras possibilidades terapêuticas, dependendo da área.

Essa etapa de trabalho direto com os servidores, passou a ser realizada após avaliação do nível de estresse e da qualidade de vida dos profissionais da Segurança Pública. Executado por meio de mapeamento com 1.200 policiais militares, 430 policiais civis, 197 bombeiros militares e 150 servidores da Politec. Com o mapeamento foi possível realizar o levantamento do nível de estresse, identificação dos principais sintomas e causas e, colocar em prática o tipo de atividade para cada grupo de servidores.

Poderão ainda ser aplicados aos servidores, programas e intervenções de prevenção, controle e gerenciamento do estresse, além da realização de campanhas sensibilizadoras, caso exista necessidade de combater as principais fontes estressoras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui