Data: 04/06/2010 / Fonte: SRZD

Rio de Janeiro – A 32ª Unidade de Pronto Atendimento (UPA) começa a atender casos emergenciais nesta sexta-feira, 4. O pronto-socorro foi inaugurado na última quarta-feira no bairro do Fonseca, em Niterói. Na quinta-feira, 3, a UPA passou por uma higienização e treinamento de funcionários.

A unidade vai funcionar 24 horas, inclusive nos finais de semana. A novidade é que ao lado da UPA terá um posto do Programa Médico da Família (PMF). O trabalho do PMF já é realizado pela prefeitura nos bairros Maceió, em Pendotiba, e no Morro do Talarico. O posto vai funcionar apenas às segundas-feiras. O paciente que chegar à unidade com pressão alta, por exemplo, vai sair com sua consulta garantida, com seu médico de família.

Alkamir afirmou ainda que o trabalho da UPA junto ao programa da prefeitura, tende a melhorar a saúde e a aumentar o atendimento de Niterói. Para o secretário, a criação de uma unidade no Fonseca foi muito importante. Ele argumenta que a Zona Norte precisava deste trabalho de parceiras entre as três esferas de governo.

“Está área é muito carente e trabalhando junto com os governos Federal e Estadual conseguimos implantar esta unidade. Agora este quadro vai reverter”, ressaltou Issa.

Participaram da inauguração o secretário de Saúde e Defesa Civil do Estado, Sérgio Côrtes, o Deputado Estadual, Rodrigo Neves, além de vereadores de Niterói e São Gonçalo que foram ao local conferir a novidade para a área de saúde da cidade. De acordo com Sérgio Côrtes, a 32ª UPA do Rio de Janeiro reforçará a área de saúde de Niterói, São Gonçalo e Maricá. A unidade vai receber cerca de 500 pessoas por dia.

Unidade vai reduzir o fluxo nas emergências

A nova Unidade de Pronto Atendimento 24 horas pretende ajudar a reduzir o fluxo nas grandes emergências. Os casos que não forem tão graves serão encaminhados à rede e, se precisarem de internação, serão levados para o Hospital Azevedo Lima. Porém, os dados mostram que maioria das emergências que entram nas UPAs são resolvidas no local.

O secretário Estadual de Saúde Sérgio Côrtes lembrou que desde que foram implantadas, as unidades resolveram 99% dos casos de doentes que procuraram os seus serviços Para Côrtes, o maior investimento desta unidade em Niterói foi à vida.

“Nós vamos melhorar a qualidade de vida da população. Estas pessoas precisam de atendimentos de boa qualidade”, explica.

Segundo Côrtes, as UPAs têm capacidade de atender 15 mil pacientes todo os meses e garante que o problema de saúde na região será resolvido. Além de explicar sobre a rede o secretário falou do programa financiado pela prefeitura. O objetivo de acordo com o secretário é tornar o Hospital Estadual Azevedo Lima uma referência assim como os hospitais estaduais do Rio de Janeiro.

Estado já pensa em montar outra UPA na Região Oceânica

Questionado sobre a construção de mais uma UPA em Niterói, Sérgio Côrtes afirmou estar estudando a hipótese junto ao Alkamir e para montar a próxima na Região Oceânica.

“Já conversei com o Issa e estamos amadurecendo esta ideia”, declarou o secretário de Saúde não descartando a criação uma nova rede. Responsável pelo projeto que indicou ao governador Sérgio Cabral a implantação de uma UPA no Fonseca o deputado Rodrigo Neves fala que a UPA na região Leste Fluminense foi uma conquista, pois percebeu que a havia uma carência na área da saúde na região.

“O Azevedo Lima estava sobrecarregado e por conta disto não funcionava da maneira que deveria. Mais esta unidade aqui no Fonseca vai transformar esta área”, argumenta. De acordo com o deputado a unidade fica em uma área privilegiada, porque fica perto das comunidades que possuem bairros mais carentes de Niterói como Viçoso Jardim, Cubango, Lagoinha e Caramujo.

2 COMENTÁRIOS

  1. GOSTARIA DE DEIXAR AQUI MEUS ELOGIOS A UNIDADE UPA DE NITEROI- FONSECA, ESPERO QUE VENHA CONTRIBUIR PARA O ATENDIMENTO E ECAMINHAMENTO DAQUELES PACIENTES QUE NECESSITAM DE INTERNAÇÀO E CUIDADOS ESPECIAIS.
    aTENCIOSAMENTE
    ESTER MOUZINHO

  2. Quero deixar meu agradecimento a Equipe Upa-Fonseca Rj Dos dias 03/01/2013 até o dia 05/01/2013que atenderam minha avó Em Especial a Dra.Luiza, Dr.Cicéro ,O Dr. que é Espanhol eu acho e que fez inclusive 3 reanimações de paradas cardíacas, A guardete da unidade (não sei o nome dela) que foi muito atenciosa conosco e a estagiária de serviço social Pamela enfim a todos da equipe minha avó faleceu no dia 05/01/2012 mas foi muito bem atendida Quero deixar a vocês o meu muito obrigada!!!!!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui